As praias douradas das Falésias de Marataízes

1

Complementando o post anterior, quando falamos da Lagoa do Siri, em Marataízes, continuamos a estrada ES-060 (Rodovia do Sol) e chegamos em uma linda região do sul do Espírito Santo. Aqui, as praias são protegidas por falésias de um tom dourado, dando um charme e uma beleza única no nosso estado.

Essa região é oficialmente conhecida como Monumento Natural Municipal Falésias de Marataízes, e se estende ao longo da rodovia com várias praias e algumas poucas comunidades.

Paredões das Falésias de Marataízes
Paredões das Falésias de Marataízes

Passando pela Lagoa do Siri e também pelo Camping do Siri, a primeira praia das falésias é a Praia das Pitas, seguida da Praia da Rosa, do Cação, das Falésias e dos Quartéis. Mais para frente, há ainda uma boa quantidade de falésias e praias até a Lagoa Boa Vista, outro lugar que parece ser muito bonito de se visitar, mas que não chegamos a ir.

A nossa passagem pela região foi durante o evento Pocando no ES 2, quando vários blogueiros de viagem de fora do Espírito Santo vieram até o estado conhecer o nosso litoral sul – veja mais sobre o evento no final do post. Por isso, a visita foi um pouco corrida e não deu para conhecermos cada uma das praias.

Mas o que deu para ver é que elas são lindas! O dourado dos paredões das falésias é muito impressionante, e só de pararmos ao longo da estrada para avistarmos já valeu – e vai ser melhor ainda quando formos conhecer cada uma das praias.

As falésias se estendem por uns 5 a 6 Km, intercaladas por algumas entradas para as praias que citamos antes. A maioria delas possui ao menos um quiosque, com venda de bebidas e petiscos. A Praia dos Quartéis oferece sombra de barraca de palha, já outras têm castanheiras e barracas de praia.

Paredões das Falésias de Marataízes
Paredões das Falésias de Marataízes

E imagina só que delícia é deitar sob essas palhas e curtir esse visual! <3

Sombra na Praia dos Quartéis, nas Falésias de Marataízes
Sombra na Praia dos Quartéis, nas Falésias de Marataízes

Outro destaque para a dos Quartéis é o mirante que existe lá, permitindo ver os quilômetros de paredões desse lindo litoral de Marataízes.

Tem uma praia que é a diferentona – a Praia das Falésias, talvez a do visual mais famoso dessa região. Lá não tem infraestrutura, nem sombra, mas saca só o lugar!

Praia das Falésias, em Marataízes
Praia das Falésias, em Marataízes

Do outro lado da rodovia, há ainda uma lagoa que você pode entrar também para tomar banho em suas águas doces.

Vale ir gente, vale marcar uma caminhada pelas falésias, de ponta a ponta, e voltar. Uma sugestão é fazer esse passeio junto com a Caminhada Litorânea Marataízes, cuja 12ª edição ocorreu em janeiro de 2017. Fique atento ao site do evento para saber como participar da próxima.

Nós nas Falésias de Marataízes!
Nós nas Falésias de Marataízes!

Pra fechar, eu sempre ouvi minha mãe falar desde criança que abacaxi bom é abacaxi de Marataízes. E não é que ao longo da estrada vimos muuuitas plantações dessa fruta? Realmente, Marataízes é a terra do abacaxi, ao menos aqui no ES. E outra cultura que vimos bastante pelas beiras da rodovia foi a de mandioca.

Cultivos de abacaxi e outras culturas ao longo das estradas de Marataízes
Cultivos de abacaxi e outras culturas ao longo das estradas de Marataízes

Como chegar nas Falésias de Marataízes

As Falésias de Marataízes estão no extremo sul da Rodovia do Sol, bem próximas do município de Presidente Kennedy.

No nosso post sobre a Lagoa do Siri, mostramos como chegar até ela. Para ir para as falésias, basta continuar a ES-060 (a Rodovia do Sol) a partir da lagoa por mais 2,5 Km e você já estará na Praia das Pitas, a primeira das praias que fazem parte das falésias.

Saindo de Vitória, uma das opções é seguir pela Rodovia do Sol o caminho inteiro, o que dá uns 130 Km e 2:30 h de viagem. Outra opção seria ir pela BR-101 e virar na ES-490, no trevo de Cachoeiro de Itapemirim, e mais para frente virar à direita na ES-060, ou até mesmo pegar um trecho da Rodovia do Sol até o Contorno de Guarapari e depois seguir pela BR-101.

Veja no mapa abaixo o caminho de Vitória até a Lagoa do Siri e ainda o mapeamento das praias das Falésias de Marataízes.

Outra grande área urbana próxima é Cachoeiro de Itapemirim. Para ir de Cachoeiro até as Falésias de Marataízes, basta ir até o trevo na BR-101 e seguir em direção à Rodovia do Sol, pela ES-490, virando à direita ao chegar na rotatória da rodovia. As falésias estão a uns 50 minutos da cidade.

Por fim, para quem vem de Campos dos Goytacazes, no Norte do Rio de Janeiro, pode seguir pela BR-101, mas também pode pegar a RJ-224 em Travessão, que depois vira a ES-060 na divisa. São 2 h de estrada até chegar nas praias das falésias.

Sobre o Pocando no ES 2

O evento Pocando no ES 2 trouxe vários blogueiros de viagem de fora do Espírito Santo para conhecer o litoral Sul do estado. Os blogueiros capixabas também não ficaram de fora!

Foi durante o Pocando no ES 2 que conhecemos as Falésias de Marataízes. Então agradecemos muito ao Deivson do Capixaba na Estrada e as entidades participantes por nos proporcionarem esse passeio maravilhoso!

Confira mais informações nas páginas do Instagram e do Facebook do evento. O banner e os links abaixo apresentam as empresas e sites que estiveram envolvidos.

Organização: Capixaba na Estrada, Universo Fox
Guia Oficial: Guia & Turismo
Apoio: Quality Suites Vila Velha, Chácara Feliz Pousada, Hotel Guara Pousada, Go inn Vitória, Ibis, Orquídea Café
Transportadora Oficial: Latam Airlines
Apoio Institucional: Guarapari Convention, Prefeitura de Anchieta, Governo do Estado do Espírito Santo, AHTG
Parceiro:   Wis, RDV Confecções, Associaçã Iririvivo, Café Caramelo, Chocolateria Brasil, Espadarte Hotel, Cervejaria Barba Ruiva, Viagema, Alfa, Restaurante Week, CDC, Hotel Ilha do Boi, Cantina Mattiello
Agradecimento: Pousada Mar e Mata, Claids, Aprendiz de Viajantes, Escritório Arte Dayse Resende, Qual é Quadrinhos, Restaurante Atlântica, Pedra Azul Ecotur, Laticínio Lorena, Loja Beleza Capixaba, Bristol  Hotels

  • terracapixaba

    Achei essa praia muito “massavéi”! Demais, demais mesmo!